Cirne Automóveis - Revenda em Santa Maria Cirne Automóveis - Revenda em Santa Maria

NOTÍCIAS
MUNDO CIRNE

Supercupê nacional DoniRosset é apresentado em São Paulo

Notícias

Supercupê nacional DoniRosset é apresentado em São Paulo

02/08/2021

Nesta segunda-feira (28), o empresário William Rosset, em parceria com o time de design automotivo da Amoritz GT, apresentou o "mock-up" (protótipo de argila em tamanho real) do primeiro superesportivo nacional que pode – de fato – sair do papel. O modelo foi batizado de DoniRosset em homenagem ao pai de William e poderá ser comprado por apenas 50 felizardos – e milionários – clientes. O veículo ainda não tem um protótipo de verdade, mas valor estimado supera a casa dos R$ 2 milhões. E a mecânica promete justificar o preço. Os desenvolvedores falam em 1.007 cv gerados por um enorme motor 8,4 litros V10 biturbo, alimentado apenas com etanol – o bloco é o mesmo do antigo Dodge Viper. Em potência bruta, o nacional impressiona e chega perto do Bugatti Veyron, que despeja 1.216 cv na versão Grand Sport Vitesse. Esse bigblock V10 será uma das únicas peças importadas. A outra parte “gringa” é o câmbio seqüencial de seis marchas, fornecido pela norte-americana Mendeola. O projeto do superesportivo já existe há quatro anos e, mesmo agora com sua apresentação, ainda não há prazo para o início da produção. De acordo com o idealizador William Rosset, o próximo passo é encontrar um berço, de preferência nobre, para o novo modelo. “Queremos uma cidade que ofereça incentivos e qualidade para o comprador ver o carro sendo produzido”, afirma. As apostas do empresário são locais com “clima europeu”, como Águas de Lindóia e Campos do Jordão, em São Paulo, ou Gramado, no Rio Grande do Sul. No Brasil, o superesportivo está na mira dos mesmos clientes das poderosas italianas Ferrari e Lamborghini. Rosset não manifesta insegurança diante da concorrência e afirma que pretende fisgar clientes pela robustez, esportividade e exclusividade do produto nacional. “Como não é de uma marca conhecida, a pessoa não vai comprar o carro para mostrar que acabou de ficar rico”, diz. Quem sabe. O empresário garante que já conquistou, sem vínculos formais, quatro compradores para cinco carros. Todos são amigos seus.